No mês da Luta Antimanicomial a temática foi abordada em palestra para os alunos de Psicologia

Compartilhe:

Na noite da última terça-feira, dia 17 de maio, os alunos de Psicologia da Faculdade Uninta Fortaleza participaram da palestra “O papel da psicologia na reforma psiquiátrica”, que realizou um levantamento histórico sobre o período da reforma apresentando as alterações de muitos cuidados relacionados com a saúde mental e que aponta outras diretrizes ainda a seguir dentro das profissões na área da saúde.

Na ocasião, a temática foi apresentada pelo psicólogo Prof. Diego Mendonça e pela psicanalista Profa. Joyce Maranhão, que logo após as suas falas abriram espaço para que os estudantes pudessem debater. Segundo o psicólogo Diego Mendonça, um dos grandes avanços para esses pacientes, debatidos na reforma, foi a conscientização, entre os profissionais de saúde, sobre o tratamento ser não apenas com medicamento, mas sim incluir outras formas de terapias e abordagens. “Uma das medidas discutidas para a volta desses pacientes para o convívio social e familiar seria por meio do trabalho, porém no modelo comunitário ou solidário ou cooperativo”, defende Diego.

Pontuando, à luz da psicanálise, a professora Joyce Maranhão destacou a importância da consciência sobre o trabalho como um elemento do capital, além do reconhecimento que na realidade nenhum de nós somos cidadãos plenos, visto que os direitos sociais são contingenciados e os considerados “loucos” em situação de segregação. “Nós, temos que nos enxergar como agentes para que esses indivíduos se identifiquem de fato em alguma atividade que possam lhes fazer sentir cidadãos dentro da sua realidade, dentro dos seus desejos, desejos esses vistos como “identificação”, defende Joyce.

Segundo o Ministério da Saúde o Movimento da Luta Antimanicomial se caracteriza pela luta dos direitos das pessoas com sofrimento mental. Dentro desta luta está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, ideia baseada apenas nos preconceitos que cercam a doença mental. O Movimento faz lembrar que como todo cidadão, estas pessoas têm o direito fundamental à liberdade, o direito a viver em sociedade, além do direto a receber cuidado e tratamento, sem que para isto tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos.

 

SOBRE

O Diego Mendonça é doutorando em Saúde da Família pela UFC/FIOCRUZ, com atuação em Saúde da Família e Políticas Públicas que buscam a promoção da saúde, do conhecimento e da vida, principalmente dentro da Assistência Social nas unidades dos CRAS.

A Joyce Maranhão é doutoranda em Psicologia, mestra em Saúde da família, presidenta da Comissão de Ética e da Comissão de Psicologia em Saúde do CRP, com atuação em Saúde da Família e especialista em pediatria.

 

 

 

Notícias Relacionadas

Notícias

Faculdade Uninta Fortaleza e Hospital Geral de Fortaleza fecham parceria para abertura de vagas de estágios

11 de abril de 2024

Notícias

Professora Ysmênia Pontes assume presidência da Comissão de Direito da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista da OAB-CE

4 de abril de 2024

Notícias

Prof. Me. Filipe Ferro assume a direção geral da Uninta Fortaleza

1 de abril de 2024

Notícias

Uninta Fortaleza expande o Projeto de Aconselhamento Acadêmico para todos os cursos

27 de março de 2024

Notícias

Faculdade Uninta Fortaleza e Hospital Geral de Fortaleza fecham parceria para abertura de vagas de estágios

11 de abril de 2024

Notícias

Professora Ysmênia Pontes assume presidência da Comissão de Direito da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista da OAB-CE

4 de abril de 2024

Notícias

Prof. Me. Filipe Ferro assume a direção geral da Uninta Fortaleza

1 de abril de 2024

Notícias

Uninta Fortaleza expande o Projeto de Aconselhamento Acadêmico para todos os cursos

27 de março de 2024

Acontece no PAED

Grupo de Estudos GEIDIT da Uninta Fortaleza encerra o ciclo de formação 2023

18 de março de 2024

Acontece no PAED

PAED da Faculdade UNINTA Fortaleza Impulsiona Desenvolvimento Acadêmico e Profissional

14 de março de 2024

Vamos falar pelo WhatsApp?

Estamos aqui para te ajudar, preencha o formulário abaixo e falaremos em seguida!