Estudantes de Farmácia e Odontologia desenvolvem preparações caseiras com plantas medicinais do Projeto Farmácia Viva

Compartilhe:

O Projeto de extensão Farmácia Viva, da Faculdade Uninta Fortaleza, realiza oficinas de desenvolvimento de enxaguante bucal de alfavaca-cravo e sabonete líquido de alecrim-pimenta a partir do emprego científico junto às plantas medicinais. São preparações caseiras com plantas cultivadas no horto da faculdade para preparação de produtos naturais para a saúde. “É bastante interessante para os alunos compreenderem a utilização de plantas medicinais como recurso terapêutico para a comunidade, desde o cultivo até a produção de fitoterápicos, pontua a professora Lana Vasconcelos, coordenadora do curso de Farmácia.

Nas oficinas de desenvolvimento de preparações caseiras, o projeto capacitou estudantes para a produção e orientação da comunidade de preparações caseiras. Na produção do sabonete líquido de alecrim-pimenta, indicada para tratamento de infecções típicas causadas por fungos e bactérias, os estudantes de Farmácia utilizaram alecrim pimenta e demais insumos. Participaram de todas as etapas da produção, inclusive confecção do rótulo. No preparo do enxaguante bucal de alfavaca-cravo, indicado para tratamento de infecções típicas causadas por fungos e bactérias, participaram alunos de Farmácia e Odontologia, e, da mesma forma, compreenderam o manuseio da planta medicinal e o seu preparo.

Ainda como parte das oficinas, os estudantes discutiram formas de orientação da comunidade sobre a utilização do sabonete líquido e enxaguante bucal. Discutiram aspectos como a indicação terapêutica, forma de armazenamento domiciliar, contra-indicação, dentre outras informações pertinentes.

O Ministério da Saúde e demais órgãos sanitários reconhecem os benefícios terapêuticos das plantas medicinais e sua utilização na promoção da saúde. Essas plantas são, em sua maioria, bastante conhecidas pela sociedade, inclusive muitas pessoas as cultivam em casa, em seus jardins e vasos. O projeto Farmácia Viva da Uninta Fortaleza tem como um de seus objetivos, integrar o saber científico ao popular no âmbito de plantas medicinais. Apesar de existir um movimento para popularizar a utilização das plantas medicinais e seus benefícios, a professora Lana Vasconcelos alerta que devem ser utilizadas com cuidado e sempre acompanhados por profissionais de saúde para garantir a segurança e a eficácia dos tratamentos. “Lembrem-se de que a automedicação, mesmo com produtos naturais, pode representar riscos à saúde, especialmente se não for realizada de maneira adequada e informada. É recomendável procurar um farmacêutico para as devidas orientações.”, diz.

Notícias Relacionadas

Notícias

Faculdade Uninta Fortaleza e Hospital Geral de Fortaleza fecham parceria para abertura de vagas de estágios

11 de abril de 2024

Notícias

Professora Ysmênia Pontes assume presidência da Comissão de Direito da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista da OAB-CE

4 de abril de 2024

Notícias

Prof. Me. Filipe Ferro assume a direção geral da Uninta Fortaleza

1 de abril de 2024

Notícias

Uninta Fortaleza expande o Projeto de Aconselhamento Acadêmico para todos os cursos

27 de março de 2024

Notícias

Faculdade Uninta Fortaleza e Hospital Geral de Fortaleza fecham parceria para abertura de vagas de estágios

11 de abril de 2024

Notícias

Professora Ysmênia Pontes assume presidência da Comissão de Direito da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista da OAB-CE

4 de abril de 2024

Notícias

Prof. Me. Filipe Ferro assume a direção geral da Uninta Fortaleza

1 de abril de 2024

Notícias

Uninta Fortaleza expande o Projeto de Aconselhamento Acadêmico para todos os cursos

27 de março de 2024

Acontece no PAED

Grupo de Estudos GEIDIT da Uninta Fortaleza encerra o ciclo de formação 2023

18 de março de 2024

Acontece no PAED

PAED da Faculdade UNINTA Fortaleza Impulsiona Desenvolvimento Acadêmico e Profissional

14 de março de 2024

Vamos falar pelo WhatsApp?

Estamos aqui para te ajudar, preencha o formulário abaixo e falaremos em seguida!