Especialistas alertam para danos ergométricos no modelo de trabalho home office e dão dicas para evitar problemas de postura

Nos últimos dois anos, foi possível perceber o crescimento expressivo do modelo de trabalho home office no mundo e sua consolidação no mercado.

Compartilhe:

Nos últimos dois anos, foi possível perceber o crescimento expressivo do modelo de trabalho home office no mundo e sua consolidação no mercado. O fenômeno, advindo do período da pandemia, acabou expondo novas possibilidades de negócios para muitas empresas, principalmente as privadas, e despertou o alerta de especialistas para alguns cuidados com a saúde do trabalhador.

De acordo com o fisioterapeuta Lourenço Rodrigues, a ergonomia surgiu para facilitar a vida do homem e adaptar a sua realidade ao ambiente de trabalho. “A ergonomia tem como premissa proporcionar ao trabalhador conforto, segurança e eficiência”, afirma o fisioterapeuta.

Muitos brasileiros tiveram que improvisar e adaptar espaços em sua casa para atender a essa demanda e com isso vem a preocupação com as condições de trabalho desse funcionário, que podem acarretar alguns problemas de saúde provenientes de uma má postura. Fisioterapeutas avaliam que o ambiente de trabalho doméstico é deficiente e pode acarretar dores cervicais, lombares e articulares, além de LER (Lesões por Esforço Repetitivo) e DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho).

Para evitar problemas posturais e corporais Lourenço Rodrigues destaca a importância da postura correta.“É importante que o trabalhador ajuste a altura no monitor do computador para ficar na linha dos olhos com uma distância entre 50/70cm, mantenha os ombros relaxados e cotovelos alinhados ao corpo numa angulação de 90º, além dos punhos em posição neutra. É importante encostar a lombar na cadeira e com postura ereta em 90º, manter os joelhos e tornozelos em 90º. Caso a cadeira seja alta, providenciar um apoio para os pés, fazer pausas regulares de 10 minutos para cada 50 minutos trabalhados para realizar alongamentos, ir ao banheiro, beber água etc.”, destaca o especialista.

Dados de uma pesquisa realizada pela USP – Universidade de São Paulo, em 2021, mostram que 73% dos trabalhadores aprovaram o modelo de trabalho e 78% sinalizam intenção de permanecer por mais tempo, mesmo alegando que acabam por aumentar a carga horária de trabalho. Além disso, 81% afirmam que a produtividade e o rendimento no modelo home office também aumentou. O perfil desses trabalhadores é de maioria feminina, branca, com ensino superior completo e, quase que totalmente, do setor privado com uma concentração maior no Sudeste e em seguida no Nordeste.

Diante desses agravos e ameaças às condições de saúde e produtividade dos trabalhadores, as Normas Regulamentadoras (NRs), aprovadas pelo Ministério do Trabalho em 1978, ganham destaque por tornar obrigatório a prática de orientações e procedimentos da Medicina do Trabalho por parte das empresas.

Notícias Relacionadas

Notícias

Faculdade Uninta Fortaleza e Hospital Geral de Fortaleza fecham parceria para abertura de vagas de estágios

11 de abril de 2024

Notícias

Professora Ysmênia Pontes assume presidência da Comissão de Direito da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista da OAB-CE

4 de abril de 2024

Notícias

Prof. Me. Filipe Ferro assume a direção geral da Uninta Fortaleza

1 de abril de 2024

Notícias

Uninta Fortaleza expande o Projeto de Aconselhamento Acadêmico para todos os cursos

27 de março de 2024

Notícias

Faculdade Uninta Fortaleza e Hospital Geral de Fortaleza fecham parceria para abertura de vagas de estágios

11 de abril de 2024

Notícias

Professora Ysmênia Pontes assume presidência da Comissão de Direito da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista da OAB-CE

4 de abril de 2024

Notícias

Prof. Me. Filipe Ferro assume a direção geral da Uninta Fortaleza

1 de abril de 2024

Notícias

Uninta Fortaleza expande o Projeto de Aconselhamento Acadêmico para todos os cursos

27 de março de 2024

Acontece no PAED

Grupo de Estudos GEIDIT da Uninta Fortaleza encerra o ciclo de formação 2023

18 de março de 2024

Acontece no PAED

PAED da Faculdade UNINTA Fortaleza Impulsiona Desenvolvimento Acadêmico e Profissional

14 de março de 2024

Vamos falar pelo WhatsApp?

Estamos aqui para te ajudar, preencha o formulário abaixo e falaremos em seguida!